fbpx

Diabetes: O açúcar não é a causa

 

Segundo a Associação Americana de Diabetes 10% da população tem essa doença. No Brasil não é diferente. Em 2015 a Federação Internacional de Diabetes estimou que 14,3 milhões de brasileiros já tinham a doença e em 2040 chegaremos a um total de 23,3 milhões de brasileiros com diabetes.

Os tipos de diabetes 1 e 2 são os que mais prevalecem e são conhecidos. A destruição das células betas do sangue do pâncreas ocorre na diabetes tipo 1 e compromete a produção de insulina, que é responsável por captar a glicose no sangue e inserir nas células. Os que tem diabetes tipo 1 são consideradas insulinodependentes pois precisam fazer diariamente o uso de insulina.

No diabetes tipo 2, a insulina circula, mas não leva a glicose para o interior da célula se informar acerca do diabetes é superimportante para poder lidar e prevenir essa doença. Algumas informações importantes sobre a diabetes:

1) Não precisa evitar todos os tipos de carboidratos

Não é necessário evitar todos os tipos de carboidratos. As frutas, verduras, legumes e grãos possuem carboidratos e devem ser ingeridos por quem tem diabetes. Não precisa de severidade nessa área.

2) Não é só pra se preocupar com a glicemia

Na diabetes tipo 2 a pressão, a pressão alta, o colesterol, a coagulação do sangue também pode sofrer alteração. Então além de focar na glicemia, deve-se focar nesses outros problemas.

3) O açúcar não é o único causador da diabetes

Ter uma alimentação pobre em nutrientes, obesidade, vida sedentária e o hábito de fumar também são fatores de risco. Retirar alimentos processados e ultraprocessados da alimentação, açúcares e diminuir gorduras são essenciais para controle. Muitas fibras, sementes e grãos, como atividades físicas devem estar presente na vida de quem tem diabetes.

4) Não são só exercícios aeróbicos que são importante

Pensar na saúde além do peso é necessário. Pelo menos 150 minutos de atividades físicas devem ser realizadas por semana. Exemplos como dança, ciclismo, ou outros esportes por pelo menos 3 vezes na semana são importantes.

5) A diabetes tipo 2 pode ser curada

Alguns especialistas divergem na opinião de que a diabetes tipo 2 não pode ser reversível, mas todos concordam que aqueles que não são insulinodependentes podem ficar livres de medicação através do controle e funcionamento do pâncreas. A realidade é que, o cuidado com a alimentação e atividade física saudável pode melhorar a qualidade de vida de quem tem diabetes tipo 2.

Buscar ajuda de especialistas, e a junção de hábitos saudáveis pode ajudar a reduzir os riscos e complicações da diabetes.

Você pode gostar...